Chapecoense promove reunião ordinária do Conselho Deliberativo

Na noite da última segunda-feira (14), a Associação Chapecoense de Futebol realizou mais uma edição da Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo. Cerca de 100 sócios conselheiros estiveram presentes a fim de ouvir e deliberar sobre os assuntos publicados, previamente, no edital de convocação. Dos temas colocados em discussão, destaque para a apresentação do projeto de reestruturação das categorias de base do clube, do relatório com propostas e ações adotadas pelo Comitê de Gestão Financeira do Clube e para a apreciação do balancete trimestral referente ao período de julho a setembro de 2019.

Na explanação do primeiro assunto, o consultor José Carlos Brunoro – responsável pela proposição do projeto de reestruturação – apresentou as medidas que devem ser tomadas pela Chapecoense nas suas categorias de formação a fim de cidadãos e atletas. Destaque, também, para a captação e formação de atletas com o “perfil da Chape”. Após a apresentação dos principais pontos, o planejamento estratégico foi aprovado de forma unânime pelos conselheiros.

Posteriormente, os conselheiros responsáveis pela Comitê de Gestão Financeira apresentaram o diagnóstico realizado junto ao clube, as medidas já tomadas e as propostas e, por fim, uma estimativa do que será economizado após a execução de tudo o que foi proposto. Por fim, os responsáveis pelo setor financeiro apresentaram o balancete trimestral referente ao período de 01 de julho de 2019 a 30 de setembro de 2019. As demonstrações – já apreciadas pelo Conselho Fiscal – foram aprovadas pelos conselheiros.

Além dos assuntos previstos em pauta, foi incluído por solicitação do Vice-Presidente Jurídico, Cesar Bartolamei, a autorização para receber propostas de eventuais investidores estrangeiros que demonstraram interesse em aportar recursos no clube. Bartolamei reiterou que, inicialmente, serão apenas recebidas propostas, e caso haja sequência na tramitação, o assunto retornará para analise dos conselheiros. A votação deste item transcorreu sem maiores problemas, exceto em relação a manifestação de um único conselheiro, que votou contra, sob o argumento que estava sendo “vendida” a Chapecoense, fato esse rebatido pelo próprio propositor do assunto, pelo presidente do conselho deliberativo e por outros conselheiros presente na plenária.

Notícias relacionadas


Últimas Notícias

Informação | 7 de dezembro de 2022

Alexandre Souza é o novo preparador físico da Chapecoense

Chapecoense sub-20 se reapresenta para a preparação da Copa São Paulo

Comunicado | Boletos

Fechado com a Chape: Goleiro Airton é o novo reforço do Verdão

×