Notícias

Marquinhos Santos projeta o confronto contra o Cruzeiro

11/10/2019 - 18:37

No próximo domingo (13), a Chapecoense receberá o Cruzeiro, na Arena Condá, para mais um jogo de seis pontos. Sabendo da importância do confronto e diante da necessidade de retomar o caminho das vitórias, o técnico Marquinhos Santos comandou, nesta sexta, o primeiro treino em preparação para o confronto. Antes de iniciar a atividade, o comandante falou à imprensa sobre a expectativa para a partida. “Esperamos que seja um jogo melhor do que os últimos e que possa vir a vitória. (...) Mais do que chances e oportunidades, temos que efetivamente fazer os gols para conquistar a vitória. Será um jogo difícil, contra um time de peso, de camisa, de jogadores experientes e qualidade. Mas, dentro de casa, nós temos que vencer”. 

O confronto direto contra o time comandado por Abel Braga - que também busca a primeira vitória frente ao Cruzeiro - é encarado pelo treinador alviverde como uma decisão. “Temos uma decisão pela frente, não diferente das que já tivemos e nem diferente das que teremos na sequência. É um jogo de extrema importância dentro de casa para que possamos vencer, porque apenas a vitória nos traz o conforto e a esperança de, no próximo jogo, buscarmos algo a mais. Nós temos que viver isso, não podemos mirar a 38ª rodada. Temos que olhar cada jogo como uma decisão, dentro ou fora de casa”. 

Para o embate direto com a equipe mineira, Marquinhos não poderá contar com o volante Márcio Araújo e com o atacante Everaldo, que cumprem suspensão automática após o recebimento do terceiro cartão amarelo. O comandante alviverde falou sobre o quanto isso pesa no que diz respeito à dificuldade de dar sequência na escalação e, principalmente em relação a qualidade dos dois atletas. Em contrapartida, Henrique Almeida - que estava no Departamento Médico - está apto a retornar aos gramados e surge como opção para o treinador. 

Apesar da dificuldade enfrentada nos últimos jogos e da esperada para o jogo de domingo, Marquinhos afirmou acreditar no grupo e na sua capacidade em dar a resposta. “Assim como não há bem que dure para sempre, também não há mal que perdure. Chegou a hora de dar uma resposta. Se não for na parte técnica, tem que ser no coração e na alma. Nós temos que ganhar os jogos e temos que deixar tudo ali dentro. Não é só a questão do torcedor e da instituição. Sãos os nossos nomes. É tão difícil tu chegar… e mais difícil ainda é permanecer. Então, tem que dar a vida. Eu não vou desistir, não vou entregar os pontos”. 

Chapecoense e Cruzeiro entram em campo no próximo domingo (13), às 19h, na Arena Condá. A partida é válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Por Alessandra Seidel 


 

Receba novidades e conteúdos exclusivos
Seu email foi cadastrado com sucesso!
Patrocinadores
Aurora
Havan
Unimed
Umbro
Sicoob MaxiCrédito
Apoiadores
Brahma
Volkswagen