Notícias

Gilson Kleina valoriza força da Chape fora de casa: “Vamos tentar manter esse ritmo”

04/05/2022 - 16:06

Foto: Júlia Galvão/ACF

Na manhã desta quarta-feira (04), a Chapecoense finalizou a sua preparação para enfrentar o Brusque em mais uma rodada da Série B. O treinamento foi mais posicional e também trabalhou algumas bolas paradas. Antes da atividade começar na Arena Condá, Gilson Kleina concedeu uma coletiva de imprensa e falou sobre o atual momento vivido pela equipe alviverde.

Até então, a Chapecoense realizou dois jogos fora de casa na competição e venceu os dois - contra Grêmio e Grêmio Novorizontino. Sobre isso, Kleina valorizou estes seis pontos conquistados longe de casa, ainda mais pela dificuldade do campeonato. “É difícil uma equipe vencer fora de casa, algumas vencem somente no fim do primeiro turno ou até no segundo. Por isso, vamos tentar manter esse ritmo e esse ímpeto de trazer pontos importantes pra casa”.

Os adversários enfrentados até aqui, segundo Kleina, também são de alto nível. Conforme o treinador, os atletas conversaram na segunda-feira e ele fez questão de salientar a luta dos jogadores em busca dos oito pontos conquistados até aqui. “Até agora tivemos duas vitórias, dois empates e uma derrota, o que dá 57% de aproveitamento. Então se a gente manter isso, ficamos próximos ao G4. Até agora nós pegamos duas equipes paulistas e três gigantes, então não é uma competição pra qualquer um. Tudo isso foi mérito deles, do trabalho”, enfatizou.

Finalizado o treinamento, a Chapecoense seguiu viagem até o Vale do Itajaí para a partida de amanhã contra o Brusque. Kleina reforçou que a equipe está focada em busca de um bom resultado no clássico. “Vamos enfrentar o campeão do estado, uma equipe que vem há algum tempo trabalhando junto. Espero que possamos reagir o mais rápido possível após a última derrota e voltar a mostrar o nosso futebol”.

Ao contrário da Chapecoense, o Brusque venceu todas as partidas que disputou pelo Brasileirão dentro de casa - contra Guarani e CSA. Sobre isso, Gilson disse que preparou a equipe para que a Chape também imponha sua filosofia de jogo no campo adversário. “Eles optam muito pelo jogo aéreo, pela primeira e segunda bola. Nesse nosso último treino nós vamos trabalhar dentro dos mecanismos que a equipe deles joga. Vamos fazer de tudo pra reagir, porque não existe jogo fácil”, reiterou.

Muitos questionamentos foram direcionados à presença do meia Tiago Real entre os relacionados para a partida, mas o treinador adiantou que o atleta não viajará junto com a delegação. “O Tiago Real voltou aos trabalhos praticamente ontem. Estamos enfrentando um período de muita chuva aqui na região, o que deixa os gramados um pouco pesados, por isso eu quero intensificar um pouco mais ele, aproveitar o período que vamos ter até o jogo contra o Sport e preparar bem para essa volta”.

O clássico entre Chapecoense e Brusque acontece amanhã, quinta-feira (05), às 21h30, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. No momento, a Chape ocupa a quarta posição na tabela com oito pontos. O adversário é o 10º colocado, com seis pontos.

Por João Vítor Heemann


 

Receba novidades e conteúdos exclusivos
Seu email foi cadastrado com sucesso!
Patrocinadores
Aurora
Unimed
Umbro
Sicoob MaxiCrédito
Grupo Bugio
Dobuy
PixGold
Apoiadores
Contato pelo WhatsApp WhatsApp