Notícias

“Arregaçar as mangas e trabalhar”

08/08/2018 - 16:58

Foto: Sirli Freitas/Chapecoense

A Chapecoense apresentou de forma oficial, na tarde desta quarta-feira (08), o técnico Guto Ferreira como novo comandante da equipe. Velho conhecido da torcida alviverde, Guto passou pelo clube entre setembro de 2015 e maio de 2016, quando conquistou o Campeonato Catarinense, e volta ao clube com a missão de retomar o caminho da vitória.

Quem abriu a coletiva de apresentação foi o Presidente Plinio David De Nes Filho, que deu as boas vindas à Guto e afirmou que o retorno do treinador é um motivo de alegria para o clube. “Por tudo aquilo que ele já viveu aqui na Chapecoense, era, indiscutivelmente, a pessoa mais indicada para ocupar o cargo de técnico neste momento. (...) Nossos objetivos são muito claros. O nosso clube tem potencial e o nosso clube tem condições de chegar num patamar muito superior do que estamos hoje”, afirmou o presidente.

Na sequência, Guto Ferreira agradeceu às palavras de Maninho e afirmou que o convite para comandar a Chapecoense foi, de pronto, atendido. “Um novo desafio. um desafio grande, mas que a gente acredita, sim, que pode fazer o melhor. Difícil? Nada nessa vida é fácil. Cabe a você acreditar, arregaçar as mangas e trabalhar”. Guto falou sobre a confiança recebida pelo clube e afirmou acreditar muito no grupo que compõe o time da Chapecoense e, ainda, na metodologia de trabalho dos profissionais que o acompanham.

Questionado sobre a motivação para aceitar o convite, Guto afirmou que ficou comovido com a proposta. “Por tudo o que nós vivemos aqui, a proposta da Chapecoense mexe com a gente. E aí eu falei: ‘nós vamos lá ajudar’. Mais do que qualquer outra coisa, a gente tem que honrar os caras que se foram. E se a Chapecoense me chamou pra retornar, acho que é uma chamada, tipo assim: ‘vai lá e faz o melhor e tenta nos honrar’”, destacou.

Além de Guto Ferreira, passam a integrar a comissão técnica da Chapecoense os auxiliares Alexandre Faganello e André Luis, além do preparador físico Valdir Júnior - que assumem os cargos anteriormente ocupados por Fabiano Xhá, Juninho e Marcelo Rohling. Guto afirmou que o primeiro passo no clube é detectar o que está acontecendo, recuperar o nível de confiança, impor a metodologia de trabalhar e achar a maneira que o grupo se sente melhor jogando futebol. “É desta maneira que eles vão conseguir ter a confiança de fazer o melhor pela Chape. É isso que nós vamos buscar e que a gente consiga o quanto antes. Nós corremos contra o tempo, mas ao mesmo tempo, temos que acelerar procedimentos. Mas nem sempre é possível. Então, a paciência do torcedor e a força do torcedor jogando junto, das pessoas envolvidas no processo  jogando junto, buscando o melhor, pensando positivo, é o que vai dar essa energia e trazer esse ambiente de confiança aos jogadores. E, com certeza, tudo isso plantado vai dar os frutos que a gente espera”, finalizou.

Foto: Sirli Freitas/Chapecoense

Ainda na tarde desta quarta-feira, o treinador comandou, pela primeira vez, os trabalhos no CT Água Amarela. A equipe treina para a partida do próximo domingo (12), contra o Corinthians, na Arena Condá.

Por Alessandra Seidel 

Receba novidades e conteúdos exclusivos
Seu email foi cadastrado com sucesso!
Patrocinadores
Aurora
Havan
Unimed
Umbro
Umbro
Apoiadores
Brahma
Volkswagen