Noticias

João Ricardo projeta confronto contra o São José pela Copa do Brasil

11/02/2019 - 17:50

O goleiro João Ricardo falou a imprensa ao final da atividade no CT na manhã desta segunda. Com o foco na Copa do Brasil, o goleiro falou sobre São José, adversário na quarta, mas também abordou outros assuntos. Abaixo seguem os principais trechos da coletiva.

Partida contra o São José

"É um jogo muito difícil. A gente sabe da força que a equipe do São José tem em casa, tá há quase um ano sem perder no mando deles. Mas a gente tá preparado, vem de grandes jogos. A equipe não perdeu ainda, tá confiante, fortalecida, então a gente acredita em chegar lá e buscar a classificação. Mas sabemos a dificuldade e começamos a prepararação desde quinta, sexta, pra chegar lá e fazer um grande jogo".

Grama sintética

"Posso afirmar que o goleiro é um dos que mais sente, por que você tá adaptado a grama, a campo mais úmido. Não sei como é lá, se eles molham ou não, mas a bola fica mais lenta, quica de uma maneira diferente. A bola no chute pega um efeito diferente, então acho que o goleiro é o que mais complica. Mas a gente jogou contra o Unión La calera, treinou lá, acredito que a equipe esteja preparada. Talvez em uns 10, 15 minutos de jogo a gente possa sentir, mas com o decorrer do jogo a gente vai se adaptando e vai conseguir mostrar o futebol".

Jogo único

"Por ser um jogo único, de mata-mata, não pode dar muito vacilo. Antes do juiz apitar você tem que estar concentrado, por que se tomar um ou dois gols no início não vai ter outro jogo pra buscar o resultado. Então é entrar focado, ligado, com o objetivo já na cabeça".

Rodízio

"Esse rodízio só mostra o quanto o elenco é forte. Ajuda muito, previne lesões e dá tempo de trabalhar e ajeitar alguns detalhes pra organizar a equipe, chegar lá e não ser surpreendido, conseguir a classificação".

O que aguardar

"Tem um clima muito quente, com gramado diferente, time confiante. Podemos esperar uma equipe muito agressiva, competitiva. Entrar com cuidado, se dedicar, marcar bem os detalhes (...). Uma equipe que coloca 2x0 no Internacional tem que ter muito cuidado, muito respeito. Conseguir colocar a bola no chão e jogar. É um jogo aberto, mas acredito que temos plenas condições de ir lá e buscar o resultado".

Texto de Gabriela De Toni

Foto de Márcio Cunha

Reciba novedades y contenidos exclusivos
Su correo electrónico se ha registrado correctamente!
Patrocinadores
Aurora
Havan
Unimed
Umbro
Sicoob MaxiCrédito
Apoiadores
Brahma
Volkswagen