Noticias

Faixa de capitão e seleção da rodada: Campanharo comemora bom desempenho

21/08/2019 - 10:28

Foto: Márcio Cunha/ACFDesde que assumiu o comando da Chapecoense, o técnico Emerson Cris tem praticado o rodízio da faixa de capitão. A braçadeira já passou pelos braços de Eduardo, de Everaldo, de Augusto e, na noite de ontem, esteve sob a responsabilidade de Gustavo Campanharo. O camisa 10 matou no peito a oportunidade e no vestiário, às vésperas da partida, passou o recado aos companheiros. “Temos que recuperar o espírito da Chapecoense. Sempre foi difícil de ganhar da Chapecoense aqui dentro, e nós vamos recuperar. Vitória hoje. Não tem outro resultado. Ralar um por um aqui. Um por um. É questão de honra. Muitos não estavam aqui, mas vocês lembram da final lá em Florianópolis”. 

O meia converteu a responsabilidade de carregar a faixa em motivação e, de quebra, garantiu uma das suas melhores atuações com a camisa alviverde. O atleta, inclusive, apareceu na seleção da 15ª rodada. “A atuação em si nem sempre é o mais importante. É claro que todo jogador quer sempre jogar bem, mas o principal e o que sempre me cobro é a dedicação, a entrega, a vontade de vencer. Por consequência e aprimorando isso, a atuação melhora e acredito que ontem consegui dar o meu melhor e ajudar da melhor forma”. 

Foto: Márcio Cunha/ACFAlém da atuação de destaque, o blusa 10 do Verdão fez questão de destacar o desempenho do time e a importância da vitória. “Às vezes a vitória em um clássico é um “divisor de águas”. É um jogo que envolve muitas coisas, e acredito que nossa equipe se portou da melhor forma, ganhando confiança pra sequência dos jogos. Sabíamos que seria um jogo extremamente difícil, e a imposição não podia faltar. Soubemos “sofrer” em alguns momentos da partida, mantivemos o equilíbrio e no momento certo conseguimos fazer o que estava determinado”. 

E se o pedido maior do meia foi a recuperação da força da Arena Condá, pode-se dizer que, nas arquibancadas e dentro de campo, ele foi atendido. O torcedor compareceu em bom número para assistir ao clássico e, mais do que isso, apoiou do primeiro ao último minuto. “A torcida sempre é um fator fundamental, nos apoiou e nos motivou pra buscar o resultado. Precisamos deles pra conseguir nosso objetivo. A Chapecoense, por tradição, é muito forte dentro de casa, e isso precisa ser recuperado. Jogando na arena condá precisamos sempre nos impor, mostrar a nossa força e buscar os resultados” finalizou.

Por Alessandra Seidel 

Reciba novedades y contenidos exclusivos
Su correo electrónico se ha registrado correctamente!
Patrocinadores
Aurora
Havan
Unimed
Umbro
Sicoob MaxiCrédito
Apoiadores
Brahma
Volkswagen