Noticias

Com virada no apagar das luzes, Chape vence o Almirante Barroso

23/03/2017 - 09:34

Na noite da quarta-feira, 22, a Chapecoense entrou em campo no Camilo Mussi, em Itajaí, diante do Almirante Barroso, para partida válida pela terceira rodada do returno do Estadual. Em jogo eletrizante, a Chape saiu em desvantagem no placar, mas lutou até o fim e garantiu uma surpreendente virada na casa do adversário.

O primeiro tempo já começou movimentado, com o Almirante indo pra cima do Verdão. E bastaram oito minutos para que a equipe de Itajaí abrisse o marcador, com bonito gol de Rosinei. Em desvantagem, a Chape viu o adversário mais eficiente e, ainda, sentindo a diferença do gramado, não conseguiu criar boas oportunidades.

A etapa complementar começou ainda mais intensa: Mal deu tempo de o árbitro apitar o retorno da partida que o Almirante foi novamente ao ataque e, após disputa pela bola, Jefferson Paulista chutou rasteiro e anotou o segundo do adversário. Atrás no placar, o técnico Vagner Mancini percebeu a necessidade de mudanças. Com Nadson no lugar de Andrei Girotto, Wellington Paulista no lugar de Arthur Caike e Osman no lugar de Dodô, a Chape correu atrás do prejuízo. Aos 33 iniciou a reação da equipe alviverde, com Nathan subindo sozinho e mandando, de cabeça, pra dentro do gol de Rodolfo. O segundo veio logo na sequência, aos 35, com Túlio de Melo. A Chape não se contentou com o empate e manteve a pressão. No apagar das luzes, Apodi cruzou para Wellington Paulista, que marcou de cabeça e garantiu a vitória do Verdão por 3x2.

Apesar da dificuldade inicial, o técnico Vagner Mancini destacou os três pontos ganhos na raça. “Mesmo não tendo um futebol vistoso, a equipe foi forte no sentido e no momento em que tinha que ser. E isso está sendo incorporado a uma equipe que não tem 90 dias. Então é muito importante constatar que tudo o que está sendo feito, está sendo jogado dentro de campo. Com alguma dificuldade de encaixe, mas com superação. Quando eu cheguei em Chapecó, me disseram que a Chape era uma equipe que não desistia. E hoje eu vejo minha equipe jogando exatamente dessa forma. Futebol não tem que ser visto só pela plástica, mas pela entrega”, afirmou.

Por fim, o técnico afirmou que a vitória de virada serve para empolgar o torcedor e, principalmente, motivar que lote a Arena Condá no próximo domingo, às 16h, quando a Chape recebe o Avaí em busca de mais três pontos para se aproximar do título do returno e da vaga na final do Catarinense 2017.

Texto: Alessandra Seidel
Foto: Leandro Romano / Assessoria de Imprensa Almirante Barroso

Reciba novedades y contenidos exclusivos
Su correo electrónico se ha registrado correctamente!
Patrocinadores
Aurora
Havan
Unimed
Umbro