Noticias

Com dois golaços, Chape vence o Figueira e se isola na liderança

01/04/2017 - 19:30

A Chapecoense entrou em campo na tarde deste sábado, 01, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, para enfrentar a equipe do Figueirense pela sexta rodada do Returno do Campeonato Catarinense. O técnico Vagner Mancini apostou num time com algumas mudanças - Apodi no lugar de João Pedro e Wellington Paulista no lugar de Túlio de Melo - de modo a poupar os atletas do desgaste pela sequência de jogos, mas não se intimidou diante do Figueira, garantiu a quinta vitória consecutiva, a liderança isolada e deu um passo a mais rumo ao título da Taça Sandro Pallaoro e a classificação à final do Estadual. 

O primeiro tempo começou com a Chape levando perigo ao adversário. Logo aos cinco minutos de partida, Reinaldo apareceu bem pela esquerda e chutou cruzado, com força, testando os reflexos do goleiro alvinegro. Logo na sequência, após cobrança de escanteio, Grolli completou e a bola pegou na trave. A pressão inicial, no entanto, durou pouco, e o jogo ficou equilibrado na falta de intensidade por parte de ambos os times. Nas poucas oportunidades criadas pelo Figueira, o goleiro Artur Moraes fechou o gol. 

Aos 18, o técnico Mancini apostou na entrada de João Pedro no meio campo, no lugar de Dodô, e jogando em posição que não é a sua - de ofício - mudou a cara do jogo. Foi dele, inclusive, a jogada que resultou no primeiro gol do Verdão. O camisa dois avançou pela direita, acertando um chutaço no travessão do goleiro Luiz Carlos . No rebote, após dividida de Túlio com o arqueiro alvinegro, a bola sobrou para Rossi, que marcou, de bicicleta, um golaço para o Verdão. Aos 43, Arthur Caike foi derrubado dentro da área e o árbitro - acertadamente - marcou pênalti para Chape. Túlio de Melo bateu, mas o goleiro do Figueirense fez a defesa. O time não se abateu com a oportunidade perdida, e logo na jogada seguinte Luiz Antônio acertou mais um belo chute da intermediária. A bola desviou no marcador e entrou no ângulo, confirmando o segundo da Chape. Placar final 0x2. 

Ao final da partida, Mancini admitiu que o desempenho da Chapecoense foi aquém do que a equipe vinha apresentando nos últimos jogos, mas, ainda assim, fez questão de destacar a importância da vitória. O técnico já projetou o próximo confronto da Chape, e garantiu que, independente das manifestações e homenagens que devem e irão acontecer ao adversário por parte da torcida, diretoria e imprensa, a equipe precisa encarar a partida como é, de fato: uma decisão de campeonato, e afirmou que o Departamento de Futebol tem se concentrado nisso. Chapecoense e Atlético Nacional se enfrentam na próxima terça-feira, 04, às 19h15 na Arena Condá. A partida é válida pela final da Recopa Sul-Americana.

O volante Luiz Antônio recebeu o terceiro cartão amarelo e fica fora da próxima rodada do Catarinense.

Texto: Alessandra Seidel
Foto: Luiz Henrique/Figueirense 

Reciba novedades y contenidos exclusivos
Su correo electrónico se ha registrado correctamente!
Patrocinadores
Aurora
Havan
Unimed
Umbro