News

Sub 20 da Chape tem semana de decisão do Catarinense 2016

27/03/2017 - 22:28

A Chape segue firme na preparação para a estreia na temporada. Após o amistoso internacional do último sábado (25), contra o clube boliviano, Bolívar, em La Paz, o grupo já está em Criciúma e treinou às 15h30 no município vizinho, Siderópolis. Apesar do revés por 3 a 1 na Bolívia, Agnaldo Pereira, comandante da equipe, ressalta que o time se portou muito bem, com compactação e saída em velocidade, avaliando como um teste positivo na preparação para a grande final desta quarta-feira (29). A decisão acontece às 16h30, no Heriberto Hulse, em Criciúma. Em caso de empate a Chape fica com o título. Já os donos da casa precisam de uma vitória por qualquer placar se sagrar campeões.

Estrear na temporada com uma final de campeonato. Essa é mais uma situação inusitada na história da Chapecoense, dessa vez com as categorias de base. Com calendário diferente do profissional, os juniores da Chape dão início às competições da temporada apenas no mês de março, e o primeiro compromisso já vale taça. Chapecoense e Criciúma duelam pelo título de Campeão Catarinense de Futebol Júnior de 2016. Outro fator que torna o momento ainda mais inusitado, é que o mesmo jogo vale também pela primeira rodada da Copa Santa Catarina Sub 20 de 2017. Para Emerson Cris, treinador à frente da equipe durante toda a campanha, o time não sentirá a falta do ritmo, já que oito jogadores que integram o elenco profissional retornaram à base para disputar a final, e o restante do elenco tem realizado amistosos de bom nível.  

Após treino tático, Agnaldo diz ter o time que começará o jogo praticamente definido, mas que os trabalhos de hoje e amanhã serão extremamente importante para definir alguns detalhes. Segundo ele, o time vem se preparando muito bem para esse jogo, trabalhando várias situações que podem acontecer durante o jogo. Os dois amistosos, contra o Concórdia e o Bolívar, também agradaram o comandante. “O grupo se mostrou muito maduro e preparado”, ressaltou. O técnico ainda pondera que a Chape enfrentará uma grande equipe, uma das melhores do sul do país, na categoria. Entretanto, se diz confiante no potencial de sua equipe. Já o lateral direito, Fauth, acrescenta que a volta dos atletas que estavam compondo o grupo principal é muito importante para o grupo.  

A competição vem sendo disputada no segundo semestre de cada ano. No dia 28 de novembro, a Chape venceu o primeiro jogo da final por 1 a 0, com gol do Perotti, na Arena Condá, o que dá a vantagem do empate ao Verdão. Porém, o Criciúma havia vencido os dois jogos da fase de classificação, 2 a 1 e 2 a 0. Assim como os outros jogos entre as duas equipes, o volante da Chape, Ned descreve o primeiro confronto como uma partida muito equilibrada, mas que a união do grupo e o fator casa, foi fundamental para a vitória. As duas equipes vêm sendo protagonistas nas competições da categoria. No ano passado o clube do oeste venceu o Tigre por 1 a 0, dentro do Heriberto Hulse, e avançou para a final. O primeiro jogo daquela decisão havia sido 0 a 0, em Chapecó.

O crescimento da  Chapecoense não tem sido apenas no time profissional, as Categorias de Base também apresentam grande evolução, essa é a segunda final consecutiva no Catarinense, além da final na Copa Santa Catarina de 2016, acumulando três finais consecutivas em competições dentro do Estado. 

Texto e Foto: Rafael Bressan/Chapecoense

Receive news and exclusive content
Your email has been successfully registered!
Sponsors
Aurora
Havan
Unimed
Umbro