News

“Quero fazer história aqui”

14/01/2020 - 19:54

Foto: Márcio Cunha/ACFMatheus Ribeiro - terceiro reforço anunciado pela Chapecoense em 2020 - realizou, na tarde desta terça-feira (14), a sua coletiva de apresentação. Acompanhado pelos representantes do Departamento de Futebol alviverde, o lateral de 26 anos falou do orgulho em defender o clube nos compromissos da temporada. “Estou muito feliz em estar aqui. É um orgulho grande vestir a camisa da Chapecoense e eu espero poder retribuir a confiança do Michel, do Mano, da Comissão Técnica, do Presidente, dentro de campo… Porque falar aqui na entrevista, todo mundo fala. Agora, tenho que transmitir tudo isso dentro de campo e ajudar a Chape a voltar pro lugar de onde nunca devia ter saído”. 

Foto: Márcio Cunha/ACFIntegrado ao elenco alviverde desde o início da pré-temporada, Matheus destacou a qualidade dos treinamentos. “Os treinos têm sido muito bons. A comissão técnica trabalha muito bem e os jogadores estão procurando assimilar o estilo de jogo do professor Hemerson. É um cara muito enérgico, muito competitivo e que tem a cara da Chapecoense, realmente”.

Lateral direito de ofício, o novo camisa dois do Verdão falou sobre suas características em campo e sobre a forma como irá contribuir com o time. “Eu sou um lateral bastante ofensivo, mas que com o tempo se adaptou à parte defensiva, porque isso é necessário. Sou um jogador bastante aguerrido, que gosta de chegar no ataque, finalizar a gol também, e muito intenso dentro de campo”. 

Natural de Erechim - distante 100 km de Chapecó - Matheus afirmou sempre ter acompanhado de perto a ascensão da Chapecoense e destacou que, além disso, sempre foi um admirador do clube. “Por ser de Erechim, sempre acompanhei muito a Chapecoense e sempre fui um torcedor, como todas as pessoas da região também acompanham e tem o clube como exemplo. Quando apareceu a oportunidade, não pensei duas vezes. Espero conquistar grandes coisas aqui”. 

Por fim, o atleta garantiu já estar se sentindo em casa na Chapecoense. “Chegar num clube novo geralmente é difícil, porque você não conhece muita gente, mas aqui não.. Eu conhecia o Alan, conhecia o Campanharo, o Yann… Eu tinha vários amigos, então a adaptação foi muito rápida, eu já me sinto em casa. Estou aqui há 12 ou 13 dias, mas já me sinto bem e muito a vontade. Sei que posso contar com todo mundo aqui”. 

Por Alessandra Seidel 

Receive news and exclusive content
Your email has been successfully registered!
Sponsors
Aurora
Unimed
Umbro
Sicoob MaxiCrédito
Supporters
Brahma
Volkswagen