News

Marquinhos Santos projeta o confronto contra o Cruzeiro

11/10/2019 - 18:37

No próximo domingo (13), a Chapecoense receberá o Cruzeiro, na Arena Condá, para mais um jogo de seis pontos. Sabendo da importância do confronto e diante da necessidade de retomar o caminho das vitórias, o técnico Marquinhos Santos comandou, nesta sexta, o primeiro treino em preparação para o confronto. Antes de iniciar a atividade, o comandante falou à imprensa sobre a expectativa para a partida. “Esperamos que seja um jogo melhor do que os últimos e que possa vir a vitória. (...) Mais do que chances e oportunidades, temos que efetivamente fazer os gols para conquistar a vitória. Será um jogo difícil, contra um time de peso, de camisa, de jogadores experientes e qualidade. Mas, dentro de casa, nós temos que vencer”. 

O confronto direto contra o time comandado por Abel Braga - que também busca a primeira vitória frente ao Cruzeiro - é encarado pelo treinador alviverde como uma decisão. “Temos uma decisão pela frente, não diferente das que já tivemos e nem diferente das que teremos na sequência. É um jogo de extrema importância dentro de casa para que possamos vencer, porque apenas a vitória nos traz o conforto e a esperança de, no próximo jogo, buscarmos algo a mais. Nós temos que viver isso, não podemos mirar a 38ª rodada. Temos que olhar cada jogo como uma decisão, dentro ou fora de casa”. 

Para o embate direto com a equipe mineira, Marquinhos não poderá contar com o volante Márcio Araújo e com o atacante Everaldo, que cumprem suspensão automática após o recebimento do terceiro cartão amarelo. O comandante alviverde falou sobre o quanto isso pesa no que diz respeito à dificuldade de dar sequência na escalação e, principalmente em relação a qualidade dos dois atletas. Em contrapartida, Henrique Almeida - que estava no Departamento Médico - está apto a retornar aos gramados e surge como opção para o treinador. 

Apesar da dificuldade enfrentada nos últimos jogos e da esperada para o jogo de domingo, Marquinhos afirmou acreditar no grupo e na sua capacidade em dar a resposta. “Assim como não há bem que dure para sempre, também não há mal que perdure. Chegou a hora de dar uma resposta. Se não for na parte técnica, tem que ser no coração e na alma. Nós temos que ganhar os jogos e temos que deixar tudo ali dentro. Não é só a questão do torcedor e da instituição. Sãos os nossos nomes. É tão difícil tu chegar… e mais difícil ainda é permanecer. Então, tem que dar a vida. Eu não vou desistir, não vou entregar os pontos”. 

Chapecoense e Cruzeiro entram em campo no próximo domingo (13), às 19h, na Arena Condá. A partida é válida pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

Por Alessandra Seidel 


 

Receive news and exclusive content
Your email has been successfully registered!
Sponsors
Aurora
Havan
Unimed
Umbro
Sicoob MaxiCrédito
Supporters
Brahma
Volkswagen