News

MANCINI PROJETA PRÓXIMOS CONFRONTOS DA CHAPECOENSE

01/03/2017 - 04:56

Diante de mais uma maratona de jogos importantes e decisivos, o técnico Vagner Mancini falou, nesta terça-feira, 28, sobre as definições da equipe para as próximas partidas. Mancini destacou, principalmente, que a semana de jogos servirá - além da busca de bons resultados - para uma avaliação da equipe e do seu comportamento diante de adversários e competições distintas.

Mancini explicou que para o primeiro jogo da sequência, que acontece amanhã, contra o Atlético Mineiro, valendo vaga para a próxima fase da Copa da Primeira Liga, a tendência é que utilize a mesma equipe que atuou contra o Joinville - com as opções de entrada de João Pedro, na lateral direita, ou da formação com mais um volante, que seria Luiz Antonio. “Eu ainda não testei, em nenhuma partida, essa formação. E ela também pode ser usada no jogo de sábado, mas acho importante, dentro daquilo que se apresentar contra o Atlético, que a gente possa testar um time que vai ser interessante também para a Libertadores”, afirmou. Ainda falando sobre a lateral direita, além do retorno de João Pedro, outra alternativa para a posição é Apodi, que deve reestrear com a camisa alviverde no final de semana.

Questionado sobre os ajustes que ainda precisam ser feitos na equipe e sobre os pontos a se melhorar, o técnico foi enfático ao falar dos ganhos do time, ressaltando a evolução de cada setor dentro de campo. “O setor defensivo, especificamente, há dois jogos não toma gol, e isso é muito importante. A parte ofensiva foi muito bem contra o Metropolitano, mas diante do Joinville pecamos nas finalizações. O meio campo tem sido regular. E aquilo que eu tenho dito, sobre não termos apenas 11 jogadores, mas um elenco onde 18, 19 podem entrar e atuar, a gente acaba ganhando de forma setorizada”, explicou o treinador.

Falando sobre a partida contra o Criciúma, no próximo final de semana, pela última rodada do turno do Estadual - no qual a Chape já não tem chance de título - Mancini afirmou que a intenção é ir a campo com equipe mista, com a intenção de poupar alguns atletas fisicamente. “Nós vamos jogar quarta-feira. Temos uma viagem que se inicia no sábado a noite e decorre todo o domingo, até a Venezuela, com escala no Panamá. É muito desgastante. Não tenho como colocar um time sábado em campo, fazê-los viajar e jogar na terça-feira”, pontuou. Além de poupar alguns atletas, Mancini vê a partida do catarinense como uma oportunidade para que outros possam mostrar serviço.

Sobre a oportunidade de enfrentar a forte equipe do Atlético Mineiro, o técnico afirmou que o jogo é imprescindível para que se possa perceber o patamar em que a Chapecoense está. “Acho que o teste é muito válido, porque além de nos dar um parâmetro importante, nós poderemos avaliar a performance individual e tática de uma equipe que vem melhorando”.

Com o treino sendo assistido por inúmeros espectadores, Mancini finalizou a coletiva falando sobre a relação com a torcida e sobre como se sente bem em Chapecó. “Desde que cheguei aqui eu sempre tive um carinho muito grande de todos na cidade. Não só no estádio, mas quando ando na rua e frequento os lugares”, comentou. O técnico afirmou que essas demonstrações o fazem perceber o quanto as pessoas que já passaram pela Chapecoense eram queridas, e servem como uma forma de estreitar laços e manter o legado.

Texto: Alessandra Seidel
Foto: Sirli Freitas

Receive news and exclusive content
Your email has been successfully registered!
Sponsors
Aurora
Havan
Unimed
Umbro