News

Diretor Administrativo e Financeiro da Chapecoense cumpre compromissos junto ao Conselho Federal de Contabilidade

17/06/2019 - 14:13

Da esq. para a dir.: Carlos Aragaki, Roberto Aurélio Merlo, Zulmir Breda, Luiz Gonçalves de Oliveira Júnior e Francisco Clemente Pinto. Foto: Divulgação

Nos dias 12 e 13 de junho, o Diretor Administrativo e Financeiro da Associação Chapecoense de Futebol, Roberto Aurélio Merlo, cumpriu agenda em importantes compromissos no Conselho Federal de Contabilidade, em Brasília, no Distrito Federal.

Merlo foi recebido pelo presidente do Conselho, Zulmir Breda, e esteve acompanhado pelos representantes de empresas de auditoria Carlos Aragaki, Luiz Gonçalves de Oliveira Júnior e Francisco Clemente Pinto. A pauta do encontro foi o Grupo de Estudos ligado à Associação Brasileira dos Executivos de Finanças dos Clubes de Futebol (Abeff) e o objetivo principal foi apresentar ao conselho cinco propostas que visam melhorar a contabilidade nos clubes brasileiros.

As propostas dizem respeito à 1 - Sugestão de Aperfeiçoamento da Norma Técnica Específica - ITG 2003; 2 - Aprimoramento da Fiscalização às informações contábeis dos clubes; 3 - Alinhamento para criação de Padronização Contábil dom manual de funcionamento de contas e divulgação de informações mínimas, com atualização legal em consonância com o Conselho Federal de Contabilidade; 4 - Alinhamento de Educação Continuada para o setor de Entidades Desportivas, em conjunto com os CRC´s locais e em parceria com as Federações de Futebol; e 5 - Trabalhar em conjunto com o Grupo Especial do Setor vinculado ao CFC para comparabilidade das informações internacionais e promover sugestões contínuas da melhoria da norma contábil ao setor.

Conforme Merlo, a conversa com a liderança foi bastante positiva e rendeu boas expectativas aos presentes. “Vamos trabalhar no aperfeiçoamento da Norma principalmente nos aspectos de Mensuração dos Intangíveis, Custo de Formação dos Atletas, Futebol Feminino, Segregação de Custos e Despesas e Outros aspectos relevantes, avaliação do critério de avaliação do ativo intangível (Valor Justo, Valor Realizável Líquido, Custo de Formação), maior clareza sobre informações de divulgação mínimas (notas explicativas). Vamos em frente e mãos à obra, será um trabalho voluntário que trará bons frutos para o Futebol Brasileiro e nossa Chape” garantiu o diretor.

Receive news and exclusive content
Your email has been successfully registered!
Sponsors
Aurora
Havan
Unimed
Umbro
Sicoob MaxiCrédito
Supporters
Brahma
Volkswagen