Dirigentes da Chapecoense visitam “Espaço Condá” e agradecem por homenagem à agremiação

Em meio à maratona de dois jogos fora de casa e durante a passagem pelo estado vizinho para o duelo contra o Paraná, representantes da Associação Chapecoense de Futebol reservaram um tempo na agenda para uma visita especial à cidade de Pinhais. Lá, o clube alviverde recebeu uma homenagem especial: uma área de leitura dentro do Bosque Municipal foi nomeada como “Espaço Condá”.

Inaugurado em dezembro de 2016, o espaço foi construído no formato de cabana, a partir de troncos de árvores e revestido de palha. Ele foi criado, especialmente, para incentivar a prática à leitura – tinha quatro opções de nomes e um deles seria escolhido através de votação online. Partiu dos próprios internautas, no entanto, a sugestão do nome em homenagem à equipe alviverde e, também, ao índio que pregava a paz entre os povos.

O “Espaço Condá” é uma cabana que foi construída em dezembro de 2016, a partir de troncos de árvore e revestido de palha. Na época, foi realizada uma enquete nas redes sociais e alguns internautas sugeriram este nome que remete ao índio que pregava a paz entre os povos e que homenageia o time que tem o personagem como mascote. O local criou um novo espaço cultural na cidade, com o objetivo de incentivar a prática da leitura, além de uma opção para apresentações, contações de histórias, entre outras atividades.

O Superintendente de Futebol da Chapecoense Neto participou da visita – junto com outros dirigentes do Verdão – e não escondeu a emoção e, principalmente, a gratidão diante da homenagem. “A gente fica muito emocionado com o carinho, com o respeito, vendo um espaço como esse, um espaço que leva não só alegria, mas educação pras pessoas, pras crianças. Pra nós, que estivemos envolvidos, que somos de Chapecó, que defendemos o clube, também leva o nosso carinho, a nossa gratidão de saber que, depois de um momento tão difícil, recebemos tantas homenagens”.

Por fim, Neto expressou o desejo de manter contato com os representantes do local a fim de promover novos encontros após o fim da pandemia – principalmente para reunir as crianças e impactá-las de forma positiva. “Espero que a gente possa estar sempre em contato para que outras vezes, depois dessa pandemia, possamos estar novamente aqui, encontrar as crianças, marcando a vida deles, porque a nossa vida é passageira demais. A gente hoje está aqui e amanhã pode não estar, mas são os bons exemplos e a condução da melhor maneira da vida que faz o homem ficar marcado na história e fazer a diferença na vida” pontuou.

Por Alessandra Seidel 

Notícias relacionadas


Últimas Notícias

Três categorias e quatro finais: Base da Chape é destaque em Santa Catarina

Fechados com a Chape: meio-campo Kaio Mendes e atacante Danrlei são oficializados pelo clube

Chape renova contratos com Cleylton, Kevin, Ronei e Pablo Oliveira

Chapecoense é vice-campeã do Sul-Brasileiro BG Prime sub-17

Para Sempre Lembrados: Chapecoense divulga iniciativas para o dia 29 de novembro

×