De forma unânime, conselheiros aprovam a transformação da Chapecoense em SAF

Em Sessão Extraordinária realizada na noite desta quinta-feira (23) – de forma online e presencial – os conselheiros da Chapecoense fizeram parte de um momento histórico: a aprovação, por unanimidade, da transformação do clube em SAF – Sociedade Anônima do Futebol – mais conhecido como “Clube Empresa”.

Mediante a validação de todos os itens previstos na pauta, 95% do patrimônio da SAF pertencerá à Associação Chapecoense de Futebol. O modelo aprovado prevê a cisão do Departamento de Futebol, contemplando o futebol profissional masculino e feminino, as categorias de base masculinas e femininas e todas as suas respectivas situações. Todos os símbolos do clube – escudo, hino, cores e mascote – serão mantidos, e a sede da agremiação permanecerá em Chapecó.

Conforme o presidente da agremiação alviverde, Nei Maidana, a criação da SAF permitirá que o futebol – carro chefe da instituição – receba o devido investimento, com a construção de elencos competitivos e que honrem a história construída, dentro de campo, ao longo dos anos. Além disso, a medida será uma garantia de que todos os credores do clube tenham os seus valores pagos, conforme os compromissos firmados – especialmente as famílias das vítimas.

Luiz Peruzzolo – Vice-Presidente Administrativo e Financeiro da Chape – destacou a importância da aprovação e falou que a data ficará marcada na história do clube. “Hoje, a Chapecoense foi ‘refundada’. Com os mesmos sonhos e os mesmos objetivos das pessoas que fundaram o clube em 1973. Nós devemos pensar grande e sonhar que a Chape será um time muito grande, que irá honrar com os seus compromissos e, principalmente, honrar o povo sério do oeste catarinense”.

Peruzzolo reforçou que a principal pretensão do Conselho de Administração e do Conselho Deliberativo da Chapecoense com a transformação do clube em SAF é viabilizar a continuidade das atividades.

Por fim, Alex Passos – Vice-Presidente de Marketing – agradeceu, de forma especial, a todos os conselheiros que se dedicaram à resolução da situação, construindo uma aproximação entre o Conselho de Administração e o Conselho Deliberativo e, através dela, o consenso das ideias em prol da instituição. Alex reforçou os agradecimentos, também, aos conselheiros membros da Comissão da SAF, que trabalharam de forma incansável a fim de oportunizar este momento histórico.

Notícias relacionadas


Últimas Notícias

Chapecoense é o primeiro clube brasileiro a lançar e-book escrito pelos atletas da base

Pré-temporada do Verdão terá início na próxima semana

Informação | 7 de dezembro de 2022

Alexandre Souza é o novo preparador físico da Chapecoense

Chapecoense sub-20 se reapresenta para a preparação da Copa São Paulo

×