Denner: “Por meu pai já ter jogado aqui”

Na tarde da última quinta-feira (01), o meio-campista Denner participou da entrevista do dia. Aos 20 anos o meia possui como principal função realizar a transição ofensiva da equipe. Emprestado pelo Athlético Paranaense para a Chapecoense, o atleta participou de importantes partidas com a camisa verde e branca, entre elas as finais do Campeonato Catarinense.

Questionado sobre a identificação com a Chape, Denner cita passagem do pai – Dionísio Pedro Melz – na base do clube entre 1989 e 1990, também a torcida por parte da família. “Quando cheguei já falei que tinha um carinho enorme pela Chapecoense. Por meu pai já ter jogado aqui, por ser de uma cidade próxima daqui, por minha família quase toda torcer pela Chapecoense e meu momento é bom aqui. Quando cheguei meus companheiros me receberam super bem, pude ver que a Chapecoense é família, eles me deixaram tranquilos pra jogar e fazer meu papel dentro de campo”.

No próximo sábado (03), às 16h30, no Estádio Bento Freitas, o Verdão enfrentará o Brasil de Pelotas em partida válida pela 13ª rodada do Brasileiro Série B. Por fim, Denner projeta mais um confronto difícil para a equipe. “Vai ser mais uma partida muito difícil, a gente já vem de uma partida fora de casa contra o Paraná e como falamos fora de casa é bom pontuar. Eles estão perto da gente, apenas quatro pontos e jogar em Pelotas é muito complicado. Vamos impor o que estamos fazendo nos jogos e se Deus quiser sair com esse resultado positivo”.

Notícias relacionadas


Últimas Notícias

Informação | 7 de dezembro de 2022

Alexandre Souza é o novo preparador físico da Chapecoense

Chapecoense sub-20 se reapresenta para a preparação da Copa São Paulo

Comunicado | Boletos

Fechado com a Chape: Goleiro Airton é o novo reforço do Verdão

×