Chapecoense é superada pelo Botafogo

A Chapecoense entrou em campo na noite desta quarta-feira (27), na Arena Condá, para disputar com o Botafogo partida válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. A exemplo das últimas partidas, a equipe alviverde fez, diante do time carioca, um jogo de muita entrega e determinação, mas sofreu um gol no início da etapa complementar e acabou derrotada. Com o revés, a Chapecoense não tem mais chances matemáticas de permanecer na Série A e, portanto, disputará a segunda divisão do Campeonato Brasileiro em 2020.

A partida: 

Precisando vencer para seguir viva na competição, a Chapecoense iniciou a partida indo pra cima do adversário e logo no primeiro minuto Roberto finalizou, dando trabalho à Gatito. Na sequência, a chuva apertou na Arena Condá e o jogo ficou mais truncado, prejudicando a criação ambas as equipes. Uma das chances mais claras de gol da primeira etapa aconteceu já aos 45, quando Eduardo, pela direita, cruzou e Roberto, na pequena área, acabou finalizando por cima do gol.

A Chape voltou melhor para o segundo tempo e não poupou a pressão ao adversário nos primeiros minutos da etapa complementar. A primeira grande chance foi com Roberto, que aproveitou o bate e rebate dentro da área para carimbar a trave de Gatito Fernández.  Na sequência, aos quatro, o lateral assustou novamente, mandando de bicicleta em direção à meta adversária. Apesar da persistência alviverde, foi o time alvinegro quem abriu o placar com gol de Rhuan. A Chapecoense seguiu buscando reverter o placar, mas, sem efetividade nas finalizações, acabou superada pelo placar mínimo.

Palavra do comandante: 

Ao final da partida, o técnico Marquinhos Santos lamentou o resultado e o descenso da Chapecoense e se desculpou; além disso, ele exaltou os aspectos positivos da instituição. “Primeiro de tudo, quero pedir desculpas ao torcedor. Aos que amam e se fizeram presentes. Eu vi muitas coisas boas aqui. Quando tu vem de fora, como foi meu caso, tu enxerga coisas muito positivas. A torcida é algo diferente. Tenho comentado isso. Quando o torcedor te para, sempre incentivando, mesmo nos momentos difíceis. As pessoas que aqui trabalham. Bons profissionais, boas pessoas, bom caráter. A partir desse ponto, é uma reconstrução de Chapecoense. É uma cidade maravilhosa. Que trabalha em prol da instituição. A Chape vai voltar e vai voltar muito forte”.

Próximo compromisso:

A Chapecoense volta a campo no próximo domingo, em São Paulo, para disputar com o Santos partida válida pela 36ª rodada do Brasileirão. A partida acontece às 19h, na Vila Belmiro.

Por Alessandra Seidel

Notícias relacionadas


Últimas Notícias

Chapecoense é o primeiro clube brasileiro a lançar e-book escrito pelos atletas da base

Pré-temporada do Verdão terá início na próxima semana

Informação | 7 de dezembro de 2022

Alexandre Souza é o novo preparador físico da Chapecoense

Chapecoense sub-20 se reapresenta para a preparação da Copa São Paulo

×