Douglas comemora retorno à equipe titular

O zagueiro Douglas voltou a atuar com a camisa da Chape, entre os titulares, após 60 dias. A última aparição entre os 11 havia sido no empate em 0 a 0 com o Bahia, na 12ª rodada do Brasileirão. Na ocasião, o zagueiro foi substituído após uma lesão muscular.

“Fiquei muito feliz com o meu retorno, poder voltar a jogar, estar entre os 11 titulares, é sempre bom vestir a camisa da Chapecoense. Contente também pelo meu desempenho e de toda a equipe. Claro que nós fomos para Curitiba com o desejo de conseguir a vitória, mas temos que valorizar esse ponto fora de casa”, comentou.

Douglas destaca o poder do adversário, principalmente como mandante, e também enaltece o desempenho da Chape para voltar de Curitiba com um ponto.

“Todo mundo sabe como é difícil jogar na Arena da Baixada. O time do Athlético leva uma certa vantagem pelo gramado sintético, mas não só por isso, eles tem uma grande equipe, atual campeão da Copa do Brasil. Vivem um grande momento. São poucas as equipes que jogam lá e conseguem pontuar. Temos que comemorar esse ponto conquistado, pela luta, pela entrega, por tudo o que aconteceu, é um jogo que nos dá moral e nos credencia a continuar nessa retomada para tirar a Chapecoense da situação que vivemos agora.”

Quando a partida ainda estava 0 a 0 os paranaenses tiveram uma chance clara de gol com o atacante Marcelo Cirino. A bola sobrou para o camisa 10 do Athlético, quase na pequena área, com o Tiepo fora do gol. Cenário que parecia tranquilo para Cirino abrir o placar, mas quando ele chutou, Douglas apareceu e bloqueou a bola em cima da linha mantendo o zero no placar.

“Para nós que somos zagueiros, defensores, esse tipo de lance comemoramos como se tivesse feito um gol. É um lance difícil, o atacante do Athlético estava muito próximo, um lance rápido. Eu tive a felicidade de tomar a decisão certa e a bola acabou não entrando.”

Agora a Chape pensa no Corinthians, adversário desta quarta-feira dentro da Arena Condá, em partida adiada da 21ª rodada. Os paulistas estão na quarta colocação do Brasileiro, o que deixa claro o grau de dificuldade da partida.

“O jogo contra o Corinthians vais ser fundamental para nós, precisamos muito da vitória. A equipe do Corinthians vive um grande momento, briga na parte de cima da tabela, mas para nós é uma final de campeonato, é assim que temos que encarar porque os três pontos são fundamentais para dar uma arrancada e sair da zona de rebaixamento e colocar a Chapecoense numa zona mais tranquila. Acho que é dessa forma que temos que encarar, como uma final onde temos que vencer. Vamos estar jogando em casa, ao lado do nosso torcedor e temos que aproveitar esses fatores positivos e saber jogar com eles”, finalizou.

Por Rafael Bressan

Notícias relacionadas


Últimas Notícias

Chapecoense é o primeiro clube brasileiro a lançar e-book escrito pelos atletas da base

Pré-temporada do Verdão terá início na próxima semana

Informação | 7 de dezembro de 2022

Alexandre Souza é o novo preparador físico da Chapecoense

Chapecoense sub-20 se reapresenta para a preparação da Copa São Paulo

×